quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Re-Pensando: As cozinhas dos Jantares de Espírito Santo

Tempos houve em que os jantares de Espírito Santo só poderiam fazer-se em lume de lenha e nos caldeirões tradicionais. E pensamos que bom era se fosse possível que assim continuassem, pois esse estilo conferia ao produto final um sabor especial.

Hoje já não é possível ser assim, ou por falta de equipamento, ou de quem queira dar-se a esse trabalho. A utilização de tachos de alumínio e do lume a gás tornou-se habitual.

Recentemente, na freguesia dos Rosais, na ilha de São Jorge, numa só Praça (uma de um lado e a outra em frente), vimos duas cozinhas excelentemente preparadas para cozinhar Sopas para milhares de pessoas, e dotadas de todo o equipamento para as servir. Instalações de gás não só absolutamente eficientes, como cómodas e dotadas de toda a segurança.

Mesmo nas Flores há freguesias que se têm ido dotando de melhores instalações para cozinhar as tradicionais Sopas do Espírito Santo e que têm adquirido muitos equipamentos, como são, por exemplo, os casos da Fazenda, das Lajes e da Lomba. Mas até no Monte de Santa Cruz também se fizeram importantes investimentos e, ao que apurámos, prevê-se a montagem, brevemente, de uma instalação nova e eficiente de queimadores, servidos por uma segura rede de gás. Também na Fazenda de Santa Cruz já existe uma instalação muito boa.

Infelizmente Santa Cruz das Flores é a negra excepção, ou está entre elas. As maiores Sopas que se servem na ilha são cozinhadas em instalações cada vez improvisadas, com grelhas ineficientes e ligações de gás que, não obstante todos os cuidados, são sempre fonte de preocupações quanto ao risco.

Pensamos que é uma situação que deveria envergonhar os responsáveis pelos equipamentos públicos desta freguesia e desta vila.

Pensamos que é tempo de tomar a iniciativa de procurar uma solução boa e definitiva.

Filho de Roque de Freitas Moura

Este artigo de opinião é parte integrante do jornal «As Flores», edição de 18 de Outubro de 2007.

39 comentários:

anonimo2007 disse...

oh santas criaturas voces fazem um blog para por as noticias que vem nos jornais as flores e monchique pelo amor de deus , toda gente ja viu os jornais ate os emigrantes na america e por ai fora , sejam mas é originais imagens das obras do pavilhao das lajes ,porto de ponta delgada e do novo hotel nunca mais apareceu

Anónimo disse...

eu nunca mais vi fotografias da obra da piscina das lajes é só falar em tintas e pinturas e nada mais.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...

O Renato ainda vai ser o mordomo de santa cruz e eu ainda vou ver muita gente a tirar o chapéu...

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
anonimo2007 disse...

na chega ??? ate nas bombas de gasolina tem la ha venda na acho que faça muito sentido postar aqui o que vem nos jornais. a nao cer que os colaboradores do blog so tenham isto para saber mexericos e dizerem mal deste ou daquele...

Anónimo disse...

Ó anónimo2007 vai "postar" para as
latrinas da câmara....

acoresnet disse...

e ja agora "anonimo2007" vê se aprendes o verbo "Ser" e não "Cer"

Eu Cou
Tu és
Ele é
Nós Comos
Vós Cois
Eles ção

E ainda ver para aqui mandar gafanhotos...paciência...vai estudar !

Anónimo disse...

belas sopas eram aquelas cosidas no lume de lanha muito saborosas,e hoje em dia já não tem este sabor porque ningeum quer acarretar lanha às costas como eu acarretei muita até para coser o saboroso pão.

Anónimo disse...

É verdade Rui, no teu tempo trabalhava-se a sério nas sopas, mas elas saiam muito mais saborosas.

Anónimo disse...

Ó Rui, tu nunca mais apareceste.Porquê?

Anónimo disse...

Queres comer sopas?Vai trabalhar malandro...

Anónimo disse...

Ó Rui, tás calado.Fala homem....tu sabes escrever....

Anónimo disse...

quando trabalhares tantos anos como eu estás a modes de ir para a reforma,quanto á sopa ainda ganho para comer um ou dois prato de sopa de certeza que não te vou pedir esmola.

Anónimo disse...

Trabalhaste a fazer cera....

Anónimo disse...

As sopas da lomba estão a anos luz das do resto da ilha,por isso temos que ter infra-estruturas de qualidade para produzir as melhores sopas da ilha, o resto é imitação.

Anónimo disse...

Que eu saiba, as sopas da Lomba também são feitas em tachos de aluminio num fogão a gaz. Onde está a qualidade nisso?

Anónimo disse...

a qualidade é ke sao feitas ca gaz natural lol

Anónimo disse...

Por isso são tão procuradas!!!

Anónimo disse...

bem o pouco que percebo sobre as sopas acho que as sopas em caldeirão e com os mesmo temperos e em lume de lenha são muito mais saborosas do que em tacho e lume de gaz.

Anónimo disse...

ó moços de s,cruzquando é que voces tiram uma foto das obras da piscina das lajes para os nossos imigrantes verem.

Anónimo disse...

eu quero é ver as obras prometidas no caderno eleitoral para a freguesia de Ponta Delgada.Ainda não vi nada...será que a freguesia pertence ao concelho do Corvo?

Anónimo disse...

Os de Ponta Delgada vão fazer um abaixo-assinado para pertencerem às Lajes.Aquilo é que é um concelho.Todo limpinho e organizado.
Muitas felicitações ao camarada João Lourenço.

Anónimo disse...

As sopas na Fajazinha são feitas em condições bastante aceitáveis, são de qualidade inquestionável e entretanto nem no artigo de opinião nem os "comentadores" de serviço as referiram...no entanto muito boa gente as sabe apreciar...na altura!!!

Anónimo disse...

Claro, quando é pra comer até são capazes de dizer que as da Ponta Ruiva também são boas!
Esse pessoal quer é encher a pança! e o não mata engorda!

Anónimo disse...

Ó Dr.Ricado manda para aqui um dos seus posts à maneira para espevitar esta malta.
Com estas sopas e vinho de cheiro, daqui a bocado estão todos a ressonar e isso é bom para o dono da tinta.

WYW disse...

Resumindo, as sopas da Fazenda das Lages é que são as melhores cá da terra.

Anónimo disse...

Cada freguesia puxa a brasa à sua sardinha. Bem que se podia manter a tradição de se cozinhar as sopas em caldeirões, mesmo que não fosse a lume de lenha, porque ninguém tem paciência de ir buscar lenha, pode-se usar gás, que não faz assim tanta diferença. As melhores sopas para mim são as da Lomba. Lembro-me do tempo em que eram cozidas numa casa de pedra, bns tempos. Hoje em dia coze-se em grelhas e em tachos de alumínio porque é mais rápido e prático e assim perde-se o sabor de antigamente.

Anónimo disse...

seria o idial manter a tradição, no caldeirão e no lume de lenha e hà tanta ai bem perto de casa a questão é ter o orgulho de manter a tradição e no fim são as melhores sopas dos açores.

Anónimo disse...

Só querem é comer.Trabalhar, tá quieto preto...

Anónimo disse...

as tradições vão-se perdendo é por causa destas coisas quando toca a trabalhar não aparece ninguem mas quando toca a comer as mesas estão cheias, no meu tempo de criança lembro-me de ver as pessoas que faziam as sopas do espirito santo de imigrantes que vinham pagar as suas promessas, e essas pessoas preocupavam-se em fazer o melhor desde os temperos das carnes ao lume de lenha tude teria de estar a 100% .

Anónimo disse...

Agora muitos aldabram e ficam com os temperos...

Anónimo disse...

Por favor não falem nas promessas quer os emigrantes vinham pagar. Vinham dar umas sopas mas era pare serem bajulados. Eles agora deixaram de vir porque a vida melhorou nas ilhas e eles não queriam isso. Queriam era que o pessoal andasse ao feixe de sol a sol, e eles na maior. Ainda bem que assim é. Quem não se lembra de uma das primeiras fstas do emigrante em que fizeram um desfile de carros alegóricos, e atrás vinha um gang deles a atirar rebuçados para o povinho se baixar e juntar. Ainda bem que o euro é mais forte que o dollar, para eles (ou pelo menos 90% deles) se irem arrumando. E não digam que eles vem fazer turismo, pois eles até dizem que é muito barato vir aos Açores, custa apenas as passagens, pois o resto é ``a custa dos qeu cá estão.
Moscas ... Brrrr.....

Anónimo disse...

Eles agora comer as sopas de graça e ainda querem que o governo regional lhes pague as passagens...

Anónimo disse...

o governo não! nós contribuintes.

Anónimo disse...

Isso mesmo!Os contribuintes é que estão pagando todo o forrobodó de festas, de mordomias para os politicos e de manigâncias várias...

Anónimo disse...

Pois. Vão daqui as embaixadas de políticos a qualquer festarola deles. Os referidos políticos são deveras apaparicados, e depois eles tem tudo o que querem: passagens à borla e tudo o mais.
A nova modalidade é virem cá de Verão passar as férias, andarem a tratar-se à custa do contribuinte portuga e no fim do verão regressar com as malas cheias de medicamentos. Culpa tem os médicos que passam as receitas e o dr da farmácia que vende os medicamentos em quantidade industrial. Devia era algum intoxicar-se com aquilo para ele apanhar um aperto nos tomates.

Anónimo disse...

O "americanos" já não limpam o cu com o antigo escudinho...

Anónimo disse...

Visto tratar-se da festa da CMSCF que seja esta mesmo a fazer as obras, só resta saber onde vão fazer uma cozinha se nem o Império tem espaço! Expropriação de parte do terreno da Movipesca!!!! Dia 8 de Dezembro e pelo 5º ano consecutivo Sopas no Império do MOnte nas Lajes.