quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Ontem realizou-se a primeira operação na ilha das Flores nos últimos 20 anos

Quando Carlos Sarmento, o único cirurgião vascular do Hospital de Santo Espírito, em Angra do Heroísmo, chegou à ilha das Flores, deparou-se com um cenário preocupante.

Um homem tinha um “corte enorme” no pescoço e sangrava já há várias horas. Mais tarde, o médico diria que “o corte era profundo e perfeito, quase parecia feito por um cirurgião”, acrescentando que não fora preciso “abrir nada, só operar”.

Carlos Sarmento participou numa evacuação inédita realizada na madrugada da passada terça-feira [ontem, dia 13] pela equipa de evacuação do Hospital de Angra do Heroísmo. Foi também a primeira operação em 20 anos feita na ilha das Flores. As cirurgias cessaram quando os franceses desmantelaram a unidade de saúde que mantinham na ilha.

A operação foi feita numa sala de tratamento do Centro de Saúde da ilha, onde uma equipa de serviço esteve durante horas a fazer a compressão necessária até que chegasse a equipa de evacuação. “A equipa que estava na ilha das Flores também se portou muito bem. O médico que estava de serviço teve de chamar outro [médico] para o ajudar e ficaram [ambos] a fazer compressão para estancar a hemorragia. Mesmo assim o corte era tão fundo que me disseram que as compressas ficavam ensopadas em poucos minutos”, recorda o cirurgião vascular.

Embora os esforços dos médicos que se encontravam na ilha das Flores mantivessem o doente vivo, este ainda se encontrava em risco. Por isso foi tomada a decisão de realizar a operação na ilha das Flores. “Se transportássemos o doente para o Hospital de Angra do Heroísmo, perdíamos duas horas em viagem. Era tempo precioso”, adianta Carlos Sarmento, para quem a rapidez de decisão da médica anestesista Marta Guinot foi determinante. “Era ela que estava destacada nessa noite e tomou a decisão de me chamar e formar uma equipa que pudesse operar mesmo no local. Nas Flores não havia nenhum material, tivemos que transportar tudo. Outro facto inédito em toda esta evacuação é que o helicóptero tinha ainda que ir buscar uma grávida. Chegámos à conclusão que o tempo que levava a ir buscá-la à Graciosa e regressar à Terceira era o que levaríamos a reunir todo o material. O helicóptero acabou por ir buscar a grávida, trazê-la até Angra e, depois, seguimos para a ilha das Flores”, explica.

Rixa...
Após a operação, o doente seguiu, ainda anestesiado, para Angra do Heroísmo, estando previsto que deixasse os cuidados intensivos ainda durante a tarde de ontem [terça-feira, dia 13]. Carlos Sarmento considera que “muito provavelmente” o indivíduo poderá regressar à ilha das Flores ainda esta semana.
Em relação ao corte que o doente apresentava, o médico revela que se pensa que este terá sido provocado durante uma rixa. Considera a hipótese “que circulava” de que este tenha sido feito pelo próprio indivíduo como “pouco provável”. “É um corte grande, que chegou às veias mais profundas. Não é muito possível que tenha sido o doente a fazer isso a si próprio”, avança.

Salvar vidas
Quanto ao significado que dá a ter sido o primeiro médico a realizar uma cirurgia na ilha das Flores no espaço de duas décadas, Carlos Sarmento confessa sentir “orgulho”. “Não sou uma pessoa vaidosa, nem sou orgulhoso, mas tenho algum orgulho, apenas profissional, em ter estado nesta evacuação. Fiz aquilo que é a minha função enquanto médico, que é ajudar os outros, prestar-lhes assistência. A operação foi feita numa sala de tratamento, que não é o local ideal, mas tinha de ser feita. Já fiz um parto à beira da estrada, porque tinha de ser feito. Uma cirurgia para se salvar uma vida faz-se sempre, em qualquer lado”.

Notícia: «Diário Insular».
Saudações florentinas!!

74 comentários:

Anónimo disse...

É o preço do progresso ao importar imigrantes de 3ª. Além dos roubos perpretados por outros cidadãos estrangeiros o que mesmo estava faltando eram estas cenas do velho oeste.

João Cordeiro disse...

Os imigrantes não são culpados de um acto isolado, estão cá para ganhar a vida como muitos açoreanos estão noutras paragens.
e quanto aos roubos tambem há muito Português a fazê-lo por estas paragens, deixa de ser xenófobo.

Anónimo disse...

Caro Senhor: Este em acto em si foi isolado certamente, mas o mesmo não se poderá dizer aos roubos praticados a particulares e comércios, indo ao ponto de até alguns até terem sido interpolados no Aeroporto com os bolsos cheios. Querer comparar estes imigrantes aos açorianos e continentais emigrados noutras paragens parece-me absurdo e descabida tal comparação, onde vamos damos mostra do nosso trabalho sério e somos respeitados, quer se trate de França, USA, Canadá, Venezuela ou Bermuda. Se é imigrante e sério porque se deu ao luxo de comentar?

Anónimo disse...

Grande Médico este Senhor Carlos Sarmento, foi ele que também me operou a uma veia no pescoço que vai para a cabeça que se encontrava intupida a 80%. Eu ainda hoje estive a falar com ele para me passar uma receita de comprimidos que tenho que tomar para o resto da minha vida, mas não sabia que tinha cido ele a ir´`a nossa terra.

Anónimo disse...

Oh Joãozinho pôe-te a pau porque ainda vais requerer o estatuto de protecção especial de testemunhas!!!! Como sempre no sítio errado na hora errada.

Anónimo disse...

Não percebo aquele idiota que menciona os roubos feitos aos comercios locais: os autores já foram apanhados e são de cá.O seu comentario e completamente despropositado.

Anónimo disse...

Despropositada e inoportuna foi a tua observação, é só perguntares no Braga e no Boaventura o que metem nos bolsos, Já agora e em virtude de não me conheceres e me atribuires tão honorífico nome aproveito para te dizer que sempre podes chamar idiota à p.q.t.p. essa sim conheçe-te.

Anónimo disse...

Realmente os teus comentários mostram que só podes ser um grande imbecil e idiota.
Boas e más pessoas há em todas as nações.
Ladrões talvez sejam os patrões destas pessoas, que são exploradas até ao osso.
Será que falas assim dos papás dos meninos que se divertem á noite por aí a assaltar?

Anónimo disse...

mas o tipo acabou por morrer?

Anónimo disse...

generalizar os imigrantes por um acto isolado tambem me parece errado, e parace que há gente a esquecer-se de alguns repatriados Açorianos dos E.U.A. nomeadamente em S. Miguel, onde já vivi, em que toda a gente tem medo deles e que vivem de espediente, (tráfico de droga, roubos, pedófilia, etc) e sabe-se lá mais do quê.

Anónimo disse...

Anónimo de 14 de Novembro de 2007 18:02:00, lê o texto e talvez fiques a saber...

Anónimo disse...

tinham me dito qeu esta pessoa tinha morrido houje
não fiques chatiado commigo qeurido

Anónimo disse...

os maiores ladrões das flores usam gravata e fato de treino nos tempos livres...

Anónimo disse...

deves ser de s. cruz tens tara

Anónimo disse...

é mesmo em santa cruz....

Fórum ilha das Flores disse...

Por favor não fujam ao tema do post.

Anónimo disse...

A Ilha das Flores - devido ao seu afastamento do hospital regional mais próximo (Horta) e também devido à sua orografia- tem que ter um bloco operatório e um cirurgião residente para acudir a situações emergentes.Também acudiria a Ilha do Corvo.
Os politicos das Flores antes de estarem a pedir mais subsídios deviam exigir isto ao Governo Regional.
É de elementar justiça.
Muitos turistas têm medo de ir às Flores pois se lhes acontece alguma coisa ficam completamente desprotegidos.

Anónimo disse...

Essa dos turistas nunca tinha ouvido. Com certeza se não vêm é por total falta de vontade.
Quanto ao cirurgião residente infelizmente não me parece viável. Uma operação em 20 anos... Querias ser operado por um cirurgião que já não operasse ninguém há 20 anos? Eu não...

Anónimo disse...

Acrescento ainda que acho muito positivo que não se fuja do assunto dos posts.
Continuem o bom trabalho.

Anónimo disse...

Ó morcão, há situações de pequenas cirurgias (para além das emergentes) que justificam haver as infra-estruturas minímas.As Flores não são o Pico.

Anónimo disse...

Acho que deviamos ficar felizes pelo(s) nossos medico(s) e enfermeiro(s) que estiveram de serviço nesse dia e que pelos vistos foram capazes de dar resposta e inventar uma sala de operações.

Anónimo disse...

Olhe que não temos muitas razões para isso...

Anónimo disse...

Sempre mal agradecidos....

Anónimo disse...

E eu preocupado com o facto de serem mal agradecidos. A mal ou a bem, todos vão passar por lá. Antes assim do que andarem bêbados, como se passou durante alguns anos.

Anónimo disse...

carissimos florentinos,parece-me importante fazer algumas rectificações, pois alguns comentarios são de quem não faz a minima ideia do que esta a dizer....talvez se falassem com alguem que esteve a trabalhar nessa noite,evitavam dizer baboseiras........por isso fui perguntar a quem de direito o que se passou e seria da mais elementar justiça, enaltecer o médico( não médicos, pois um deles apenas esteve ao telefone a pedir a evacuação e saiu para casa cerca da meia noite))e os enfermeiros que aguentaram o ferido VIVO durante 5 horas........ouviram bem.......5 horas......se não tivessem competencia para fazer o que fizeram, quando o helicoptero chegou já o ferido tinha ido à vida.......por outro lado onde estavam os amigos do ferido?????alguns minutos depois do acidente nao havia ninguem a saber dele.......grandes amigos!!!!!!!
Nao seria bom tentarmos procurar junto das entidades responsaveis, porque razao apenas havia 1 helicoptero disponivel para as 9 ilhas?????? Claro que S.Miguel, Terceira e Faial, nao precisam pois tem hospital com as especialidades e basta chamar a ambulancia......nas outras, os clinicos gerais tem de fazer de tudo........nao seria correcto haver uma base de evacuações numa das outras ilhas e nao na Terceira?????

Anónimo disse...

Esqueci me de dizer que o ferido esta bem, recomenda se e parece que quer limpar o sebo ao "amigo" logo que chegue as Flores.......já agora todos aqueles que disseram que já tinha morrido, para a proxima,antes de falarem......perguntem....... nao digam asneiras.......ou entao ligavam para o hospital da Terceira , que foi o que eu fiz e sabiam que ele estava bem.....

Anónimo disse...

Gostei do comentário de 15 de Novembro de 2007 18:29:00 AZOT. As Ilhas mais pequenas são sempre as mais prejudicadas a todos os níveis. É por isso que não acredito nos nossos deputados eleitos pela Ilha das Flores nem nas suas politiquices. Eles querem é o tacho, o povo que se lixe! Não compreendo a inércia desta gente, só sabem falar mal uns dos outros e pelas costas... e depois querem que os médicos e enfermeiros desta Ilha façam milagres em condições irreais. Persiste-me a ideia que na Ilha das Flores e Corvo vive à margem das outras Ilhas.

Anónimo disse...

É verdade, o pssl da FA quando vêm às Flores ou Corvo fazer evacuaçõ vêm sempre contrariado ,nao deixam de fazer o serviço, mas se pudessem não vinham cá, são estão bem qndo vêm passear com as familias, gastar combustivel e já aconteceu a força aérea estar nas Flores e haver uma emergência e os gajos náo puderam levar o doente porque tinham o avião cheio as mulheres e os filhos. O doente teve que esperar pela sata para ser evacuado. E se a sata cancelasse??

XPTO disse...

Anónimo de 15.11 às 18:25:

não faz sentido dizer que São Miguel e Terceira não precisam de helicóptero: então e qunado há sismos, como é?
também não faz sentido haver duas ou mais bases para helicópteros de evacuação. seria um custo incomportável. Porém, não é admissível que esteja só um helicóptero e só uma tripulação disponíveis. E os outrpos? custam bom dinheiro ao herário público, tem de estar em condições. E não pensem as pessoas que a força aérea é que arca com as des+esas das evacuações. o GR paga muito bem à FA cada viagem que fazem. Há alguns anos eram 900.000400 para vir às Flores. Agora não sei,mas deve ser muito mais.

Anónimo disse...

Era quanto?

Anónimo disse...

E o que aconteceu numa evacuação ontem á ilha de São Jorge? Felizmente acabou tudo em bem, só com alguns feridos.

Anónimo disse...

O autor do 2º comentário deste post foi a única testemunha deste trágico episódio, porém e apesar de ser extremamente amigo do ferido recusa-se a divulgar o autor da facada! É caso para dizer que com amigos destes quem precisa de inimigos! Verdade não João?

Anónimo disse...

Afinal quem foi o estripador(garganteador sei lá)?

Anónimo disse...

É o que dá em andar todos os dias fumando maconha fora da Sociedade!! Torna-se impressionante a forma descarada e sem o mínimo pudor como meia dúzia de energúmenos se sentam práticamente todos os dias à noite fora do referido local e numa amena cavaqueira é um tal puxar dos frasquinhos pretos da Kodac (passo a pub)e enrolar ali a sua ervinha. Chega ao ponto de no interior do bar ser nauseabundo o ar respirado. Deu-se este caso e outros virão derivado à multiplicidade racial e carácter de alguns indivíduos que frequentam aquele bar. Só resta perguntar para quê uma policia de investigação? Só se for para andarem todos os dias a passer no jeep branco, pouco mais se vê de útil.

Anónimo disse...

é de louvar os médicos das flores e infermeiros com o minimo de condições e 5 horas á espera de outro médico que se encontrava aqui na terceira que eu conheço bem. taqmbém sei que os médicos deslocados nas ilhas pequenas em todos os casos pucham pela sua saboderia .

Anónimo disse...

Anónimo de 16 de Nov às 15:38, subscrevo na íntegra todas as tuas palavras e acrescento em jeito de rodapé - parte da tubagem dos sinais verticais das redondezas são vandalizados após a maconha como referes. Para a PSP é bem melhor fazer operações de STOP a quem trabalhou toda a semana e bebeu uns copos nos fins de semana, lucra o estado e sempre eles (policias) vão safando a pele entre um esfaqueamento e outro. É o País que temos, bem fez o Infante D. Henrique que naquele tempo já teve a visão de mandar construir umas naus e "bazar" daqui.

Anónimo disse...

A vandalização e as rixas não ocorrem por causa da maconha, droga proíbida, mas muito mais por causa do alcool, droga (2ª maior droga dura do mundo)permitida, e coca. A policia sabe isso daí actuar assim. Mais vale o pessoal fumar em paz uns charritos do que se enfrascar e depois ir para casa desancar a mulher e fazer a vida dos filhos um inferno...

Anónimo disse...

Acho piada a quem acredita em tudo o que ouve. Gente atrasada!

Anónimo disse...

ILHA DAS FLORES = VULCÃO MEIO ADORMECIDO

Anónimo disse...

Qualquer dia ele vai explodir.Já esteve mais longe....

Anónimo disse...

900.000.00 por viagem

Anónimo disse...

Para quem nao sabe neste momento a força aérea,cobra 18.000 € por evacuação......e quem paga?????? NOS TODOS.É uma vergonha.........que é feito dos helicópteros de Portugal Continental????? Estão em guerra nalgum lado????? Que eu saiba não estamos em guerra com ninguém.......e chegámos ao desplante de evitar evacuações para poupar dinheiro, como aconteceu há cerca de um mês com um conhecido Florentino que teve um enfarte de miocárdio e que o responsável pelas evacuações na Terceira, recusou fazer, pois ele tinha sido bem medicado pelos nossos médicos e estava estabilizado.......devem estar à espera que um dia haja uma desgraça, para abrir os olhos.......infelizmente com uma directora de saúde como temos na ilha não vamos a lado nenhum.......nem sabe falar......só me admira os responsáveis da ilha não terem poder para a substituir.......assim vai a nossa politica

Anónimo disse...

então passou de 900 contos (4500 euros) para 18000 euros? Viva o Euro!

Anónimo disse...

o problema não é só o euro......alguém tem de pagar o que se gasta na força aérea........infelizmente quando se trata de discutir a problemática da defesa nacional, ninguem tem coragem de dar um murro na mesa e dizer.....BASTA!!!!!

free your mind disse...

Este blog é a coisa mais "rasca" que existe, se era para continuar com tão baixo nivel, bem podiam ter "mantido" o Rochadosbordoes !

Vem publicar noticias que saiem todos os dias nos jornais (falta de originalidade pura) depois é um lavar de "roupa suja" até mais não poder !

Neste caso, infelizmente a internet esta acessivel praticamente em todo o MUNDO..e "isto" pode ser visto em qq sitio do Mundo !

O que devia servir para divulgar o que de bom (embora pouco) há por cá na Ilha...apenas serve para que duzia e meia de "anonimos" virem para aqui lançar o que de mais frustrante existe nas suas vidas !

Era tempo de fechar para balanço...e que os colaboradores considerassem se realmente acham que estão a promover o que quer que seja.

Anónimo disse...

Este forum é para dizer as verdades.
Não é para marketing ou elacubrações de "intelectuaisde café".

Anónimo disse...

Este sr. de 18 de Novembro de 2007 18:19:00 AZOT deve ter o rabo preso por qualquer coisa, para querer calar a voz do povo.
Tens medo que se digam algumas verdades? Compra um cão. LOL

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...

É verdade.Há quem queira ver este forum encerrado para não lhes descobrirem a "careca".
Começam com palavrinhas mansas e a chutar para canto.
Este Forum é a voz do povo e é muito mais eficaz do que a "fiscalização" a que muitos estão sujeitos.
Aqui a democracia é directa.

Anónimo disse...

Caro, Free Your Mind, se este blog o incomoda, não volte! E qual é o problema de repescar notícias de jornais, para depois serem aqui comentadas? Até porque o nível dos comentários subiram um bocadinho.Ou, será que pretende o regresso ao 24 de Abril de 1974?

Paulo Henriques

Anónimo disse...

em falar, em helicópteros a ilha das flores e o corvo são as mais longe do arquipelago e ser ventosa no inverno necessitava de um helicóptero para acudir casos graves que possanm surgir e não ter que esperar 3 e 4 horas para que o doente seja atendido nun hospital em condições. é que se perde a vida num minute, e a meu ver o helicóptero não faz falta na terceira e como as ilhas de s. jorge e graciosa ficam tão perto e em todo o caso grave há os aviões militares .

Anónimo disse...

Nao te esqueças que são helicopteros da Força aerea,queres também uma base aerea?
Claro que era bom,mas não é possivel.O que não custava nada era certificar a porcaria da iluminação da pista,que esta operacional e a funcionar HA ANOS, para os aviões poderem aterrar de noite e ganhar tempo precioso quando se trata de salvar vidas..Esta situação é ESCANDALOSA.

Anónimo disse...

Caro "free your mind", fiquei com a sensação que ou és da força aérea ou então.......será que não podias ser mais explicito nos comentários???Como foi afirmado e muito bem ,neste momento a força aérea deve estar pronta para nos servir , porque somos nós todos que a pagamos e o facto de estarmos aqui isolados devia merecer mais respeito ao nosso governo. Não é preciso uma base aérea nas Flores,mas um helicóptero no Faial ( com toda a logistica do aeroporto) seria lógico, pois poderia servir S.Jorge,Pico,Flores e Corvo. Em ralação à nossa ilha estaria a 1 hora e tornaria tudo mais simples em termos de evacuações.

Anónimo disse...

eu sou do tempo da guerra do ultramar, e neste tempo havia helicóptero para salvar militares feridos no mato, gastava-se milhões de contos nesta guerra que não servio de nada, hoje somos um pais de paz, porque é que não se gasta uns milhares e mantem-se um helicóptero nas flores para servir o corvo também e não é necessario haver outro aeroporto que ele até para num serrado.

Anónimo disse...

Porque é mais importante usar o dinheiro dos contribuintes na construção de um Aeroporto de milhões em Lisboa, porque é mais importante construir-se uma linha de TGV, porque é mais importante construir-se as Portas do Mar em Ponta Delgada, porque tudo isso é mais importante do que a vida de quem os mete na cadeira. Se nas próximas eleições ficasse tudo em casa, se calhar iam ter-nos em melhor atenção.

Anónimo disse...

O "esfaqueado" já regressou são e salvo. O autor da proeza que se acautele porque a próxima noticia não terá a oportunidade de a ler. A única testemunha não viu nada alegando que na altura esboçejou. Vai correr sangue de novo.

Anónimo disse...

Onde estamos, então o criminoso não foi detido?

Anónimo disse...

não foi detido porque a única testemunha tem medo ou recebeu para não falar, como ele também comenta aqui admiro-me de nem pestanejar

Anónimo disse...

fraca policia essa das flores noutros tempos isso não acontecia

Anónimo disse...

em jeito de rodápé:
parece que a campaínha da urgência funciona mal ou a enfermeira e a auxiliar estavam a dormir...

Anónimo disse...

Pensem um bocadinho nas parvoices que dizem. As 11h a enfermeira e a auxiliar estavam a dormir? Voces devem é ser doidos...

Anónimo disse...

É preciso lata......dizer que a enfermeira e auxiliar estavam a dormir.....se assim fosse, não teria sido preciso chamar o helicóptero, pois o esfaqueado ter-se-ia esvaido em sangue
Já agora,na semana passada eu realmente vi andarem a compor a campainha.......será que a directora daquele centro de saúde soube o que aconteceu????Por informações de amigos, o médico de serviço daquela noite fez uma informação interna a elogiar os 2 enfermeiros, pelo esforço e desempenho que tiveram.......então senhora directora, e ele não fez nada??????? Ou será que tem medo que se saiba que tem no seu(????) centro de saúde soros fora do prazo,falta de antibióticos,falta de material para suturas e outras "coisas" que me pediram confidencialidade, pois são tão graves que a única coisa que provocariam seria a demissão de quem manda naquele centro, pois apesar de ter delegado algumas competências , continua a assinar como directora.......
Sou Florentino de nascença e tenho muito orgulho nisso, mas tenho muita pena que numa área tão sensivel como a saúde, na nossa ilha, os deputados por nós eleitos ainda não se tenham apercebido que precisavamos de alguém com capacidade para gerir o nosso centro de saúde........talvez estejam à espera das eleições como vai sendo costume,para resolverem este assunto, ou então que haja uma desgraça.......só espero que não me calhe a mim

Anónimo disse...

e mais se podia dizer do que falta...
Tudo se diz na surdina, mas acaba-se por saber tudo...
Falta tudo naquele C.S e dizem que vem mais um médico!!!!!!!!!!!!!!!

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Fórum ilha das Flores disse...

mais uma vez se avisam tod@s @s noss@s comentador@s que no «Fórum ilha das Flores» não são permitidos comentários (em grande parte) escritos em CAPS/maiúsculas... não é preciso andarmos aqui aos berros e na gritaria para dizermos o que queremos...

o comentário anónimo acima [das 21h56 de 25 de Novembro] continha o seguinte texto [só que estava todo escrito em maiúsculas, transcreve-mo-lo agora como deve ser]:

Se vem mais um médico que seja para substituir a única que já não devia exercer há muito tempo!!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

É a unica que pratica a eutanásia...

Anónimo disse...

Tenho duvidas que ela saiba o que é eutanasia....

odocentrodavila disse...

Na sequência do meu comentário de 16 Nov às 15:38, tenho a dizer o seguinte: Está terminantemente proibido de fumar "ervas aromáticas" fora do bar da Sociedade! Um dia desses e após o triste episódio estava tomando um café e houve certos movimentos supeitos o que levou logo o do dono do bar a intervir e proibir tal acto. É caso para se dizer que há males que vêm por bem.

Anónimo disse...

Há alguma corrupçãozinha no CS de Santa Cruz amigos?

Anónimo disse...

O melhor será perguntar ao deputado do PS, Sr Herberto Rosa, pois ele é que está a gerir, por telémovel, o Centro de Saúde.

Anónimo disse...

olhe que não,
olhe que não. .....

Anónimo disse...

Meninos eu sei... coisas de arrepiar... Só peço a Deus que me conserve a mim e aos meus de boa saúde...

Anónimo disse...

uma questão de lógica
o sinal ou (V)em lógica equivale ao sinal mais (+) em matemática e os valores lógicos (falso V verdadeiro)correspondem respectivamente o zero(0)a falso e os restantes algarismos a verdadeiro.
Então vejamos:
"parece que a campaínha da urgência funciona mal"(verdadeiro como foi visto atraz) ou "a enfermeira e a auxiliar estavam a dormir" (falso que eu sei), logo
1+0=1, ou seja a minha afirmação é verdadeira. Mas há mais.
se a segunda preposição passar a ser -a enfermeira e a auxiliar "estavam a dormir", introduzindo ironia que reflete o caso da campaínha em que todos sabem que ela funciona mal mas ninguem faz nada alem de tudo o que para traz vocês se descoseram e que torna a todos moralmente e não só, responsáveis. Assim teremos:
1+1=2
Novamente o resultado é verdadeiro mas o significado muito mais profundo e comprometedor. e é assim que vai este país em que os senhores das secretárias não se dignam em ir ao terreno, nem quem está no terreno se importa com o que quer que seja.

Anónimo disse...

Quem está no terreno é muitas vezes um peão em mãos incompetentes, sem grande margem de manobra ou liberdade de acção... A mim parece-me que quem tem responsabilidades está bem informado, simplesmente opta por não agir!! Valores mais altos se levantam, afinal estamos a menos de um ano de eleições! Só é pena ser uma área tão importante e com pequena margem de erro...