quarta-feira, 21 de fevereiro de 2007

"Matiné" de Carnaval na Sociedade Filarmónica Dr. Armas da Silveira

Foi no salão de festas da Sociedade Filarmónica Dr. Armas da Silveira, no passado dia 20 de Fevereiro [terça-feira de Carnaval] pelas 15 horas, que se realizou a “Matiné” de Carnaval a que se referem as fotografias abaixo publicadas.
Gostava apenas de deixar duas notas (antes de passar às imagens da festa):
- Em primeiro lugar, relembrar que anos após praticamente se terem deixado de realizar os famosos Bailes e Matinés de Carnaval (com a ressalva feita para a Associação de Bombeiros Voluntários que manteve a organização de Matinés nos últimos anos), assistiu-se este ano, e com “muito bons olhos” penso eu, à retoma destas iniciativas em força. Para além da Sociedade que agora conta com novos corpos gerentes.
Também a nova Direcção do Grupo Desportivo “Os Minhocas” muito trabalhou nos últimos tempos, especialmente nesta quadra festiva dando novamente vida aos tradicionais Bailes de Carnaval, dos quais infelizmente não tenho imagens para publicar, mas para eles os merecidos votos de parabéns pelo excelente trabalho desenvolvido.
- A segunda nota prende-se com o "animador de serviço" que toda a gente conhece e que é mais do que hora de trazer aqui publicamente um agradecimento pela forma como sempre tem participado nesta e noutras iniciativas.
Chama-se José António Castro e é um dos “nossos” músicos profissionais "cá da terra" (embora não estivesse nessa qualidade na Matiné).
O “Castro” é um animador por natureza (é assim que todos nós o conhecemos, não importa se já foi ou ainda é “Ecos do Ocidente”, para mim (e acho que para todos nós) é e será sempre simplesmente o “Castro”). O “Castro” é aquela figura que “puxa” pelo “pessoal”, que anima, que faz rir a “criançada”, que é capaz de fazer a festa numa festa. É uma pessoa que soube lidar com o cansaço desta arte de animar, sobretudo tendo já uns poucos anos neste meio e (talvez até consequência disso mesmo) soube sempre manter-se no activo contra todas as adversidades, mesmo até quando deixaram que os bailes fossem quase uma coisa do passado.
Um bem-haja e que continues a animar essa “malta” por muitos e longos anos.





Todos têm direito de discordar deste artigo. E eu... Eu tenho direito a uma opinião!!!

3 comentários:

Anónimo disse...

Nostalgia...
Soltou-se uma lagrima dos meus olhos.
O CASTRO iluminou os dias sombrios de muita criançada.

Anónimo disse...

um muito obrigado pelas palavras e pelo elogio. tento sempre dar o meu melhor.
um abraço e espero que tenham gostado dos bailes de Carnaval.
tentarei enviar fotos dos bailes dos minhocas

castro

Levínio disse...

Só li o artigo e vi as fotos,e alegra-me ver o que foi a Sociedade nos meu tempos de infancia ter voltado para a nossas pequenada.Tambem espero que não a deixem cair em desgraça como a alguns tempos atrás(muito proximos).(Tenho pena de não estar presente). De mim e contra mim falo.
LEVINIO SOARES